fbpx

Crescer com qualidade: confira algumas práticas e metodologias indicadas

Renan Araújo

crescer-com-qualidade

Crescer com qualidade é um dos principais objetivos de grande parte das empresas. Porém, alguns desafios são impostos para as gestões. Ter um planejamento realista, saber qual é o objetivo a longo prazo e padronizar processos corporativos são alguns dos principais. Além disso, existe a necessidade de contar com um entendimento claro sobre as finanças, bem como trazer a necessidade de o crescimento da empresa ser um objetivo comum para todos os colaboradores.

Por falar nisso, as pessoas de uma organização são o ponto-chave para esse crescimento de qualidade. Elas são quem contribuem para bons resultados e que buscam por inovações em suas funções para melhorar continuamente os resultados.

Pensando em todos esses pontos, elaboramos este material para que você entenda quais são as principais estratégias que devem ser adotadas por empresas que estiverem em crescimento. Continue a leitura e saiba mais!

Quais práticas devem ser adotadas para empresas em crescimento?

Inicialmente, apresentaremos algumas das práticas que podem ser adotadas por empresas em crescimento.

Ter um planejamento realista

Quando falamos em planejamento estratégico, precisamos entender inicialmente do que se trata estratégia. É a lógica por trás da série de passos e escolhas que a liderança de uma organização planeja dar para sair de onde a organização está hoje e chegar onde a liderança da organização espera que esteja em um ponto no futuro”.

Podemos entender, então, como uma espécie de lógica por trás das demandas da empresa. Ou seja, uma explicação sobre os passos que a liderança planeja dar e por que essas atividades são uma boa combinação (que maximizam as chances de sucesso).

Para que essas estratégias sejam executadas, é preciso contar com um plano. Nele, vai haver atividades mais concretas para um futuro próximo e mais abstratas a longo prazo. Porém, ele vai identificar onde a organização está hoje onde ela quer estar no futuro — de forma realista.

As empresas devem, então, identificar os seguintes pontos:

  • por que a empresa existe (missão ou propósito);
  • forças e fraquezas da organização;
  • onde deseja estar no futuro;
  • a estratégia que aumentarão as chances de atingir a visão.

Saber onde quer chegar

Saber onde quer chegar é importante tanto para empresas sólidas e estáveis quanto para aquelas que estão em constante crescimento. Para isso, é importante ter a visão de 1 ano (a curto prazo) e a de 10 anos (a longo prazo).

Para que chegue a esse entendimento, o ideal é utilizar a matriz SWOT. Nela, profissionais vão articular as oportunidades e ameaças à frente das organizações que podem ajudar ou atrapalhar a empresa a alcançar a visão de 1 ano. Depois dessa avaliação, a equipe vai buscar neutralizar as ameaças e potencializar as oportunidades.

No médio e longo prazo, existe a necessidade de entender aspectos relacionados ao mercado de atuação, quais são os produtos e serviços que pretende oferecer, qual é o público que deseja focar etc.

Estabelecer metas

Empresas em crescimento precisam ter o entendimento claro sobre as suas metas. Para alcançar esse objetivo, recomendamos o uso das OKRs. Trata-se de um sistema de metas coletivas e individuais que convergem para a busca de metas globais da organização.

Exemplo: conforme vimos, é importante ter a visão de 1 ano da empresa. Para alcançar essa visão de 1 ano, é recomendado que quebre em pequenos ciclos: o que é preciso alcançar nesses ciclos para atingir o resultado macro?

Suponhamos que a visão de 1 ano de uma empresa é o de dobrar as suas receitas. Para isso, dividiu o período em 4 ciclos de 3 meses. Nesses 3 meses, cada time e cada área terão key results que vão convergir para a meta global da empresa (dobrar a receita em 1 ano).

OKRs são metas. Mas são uma adaptação da prática tradicional da gestão de metas, ideal para empresas em crescimento. Entenda as diferenças:

  • ciclos mais curtos — são criadas e reavaliadas em ciclos que variam entre 1 e 6 meses;
  • mais transparentes — toda empresa tem acesso às OKRs de diferentes times;
  • mais flexíveis — definida de forma mais descentralizada, dando voz a todos os colaboradores.

Como a avaliação de desempenho pode contribuir para crescer com qualidade?

Crescer com qualidade exige a busca de diferentes práticas e metodologias. Para isso, a avaliação de desempenho se tornará uma importante aliada do processo. Trata-se de uma avaliação estruturada do desempenho individual de um colaborador em determinado período de tempo. O objetivo principal está em melhorar o desempenho da empresa a partir de melhorias no desempenho dos colaboradores.

Se a empresa nunca passou por um processo de avaliação de desempenho e está em pleno crescimento, podemos destacar alguns pontos específicos:

  • os funcionários têm baixa maturidade — liderados têm baixa maturidade profissional e líderes têm, em grande parte das vezes, baixa maturidade como gestores;
  • as empresas têm baixa maturidade — há pouca cultura de mensuração de resultados (observados a partir de KPIs);
  • a empresa não tem (ou tem há pouco tempo) um programa de cargos e salários.

Também podemos entender que a sua empresa precisa de desenvolvimento de desempenho. Sendo assim, é preciso trazer conversas claras e diretas sobre o tema — que contribuirão para trazer feedbacks e feedforwards claros — que permitirão que o negócio tenha o entendimento sobre o que é esperado de cada um, que haja uma cultura de desenvolvimento e que melhore o desempenho da empresa por meio do desempenho das pessoas.

Na Qulture.Rocks, a avaliação de desempenho é feita da seguinte forma:

  • no que liderado ou liderada pode melhorar (resultados e comportamentos);
  • no que liderado ou liderada está mandando bem;
  • quais devem ser as prioridades para os próximos meses.

De forma optativa, pode realizar também a autoavaliação de desempenho. Ela é aplicada quando a organização deseja promover uma autorreflexão no profissional (utilizando, basicamente, as mesmas perguntas apresentadas acima).

A avaliação de desempenho contribuirá, ainda, para identificar nomes para a sucessão de cargos mais estratégicos e de maior complexidade. Dessa forma, a empresa garantirá a continuidade do crescimento, mesmo que pessoas em cargos específicos optam por outras oportunidades ou até mesmo sejam realocadas internamente. 

Neste conteúdo, você pôde entender algumas dicas de como a empresa pode crescer com qualidade, além de conferir como a avaliação de desempenho contribui nesse sentido. Seja qual for a ação adotada, é importante contar com um bom planejamento, conforme vimos. Além disso, avaliar quais são os pontos que devem ser aperfeiçoados e aqueles positivos que devem ser aperfeiçoados na gestão, contribuindo para resultados ainda mais atrativos.

Gostou do material e deseja acompanhar outros conteúdos e novidades sobre gestão de desempenho? Siga nossas redes sociais: estamos no Instagram e no LinkedIn.