fbpx

Metodologia OKRs: entenda a diferença entre objetivos e projetos!

Renan Araújo

objetivos-e-projetos

Conforme sabemos, as OKRs — sistema de metas coletivas e individuais que convergem para as metas globais da empresa — trazem grandes diferenciais para as organizações. Além de contarem com ciclos mais curtos, também são mais transparentes que as metas tradicionais, mais flexíveis e menos ligadas à remuneração. Para que a empresa alcance os resultados almejados, ela pode definir OKRs ou projetos, de acordo com o contexto do time ou da pessoa envolvida.

Neste material, a gente vai apresentar as principais diferenças existentes entre eles, além de sugestões sobre quando podem ser utilizados. Continue a leitura e saiba mais!

Qual a diferença entre OKRs e projetos?

A diferença entre OKRs (objetivos que se desdobram em key results) e Projetos, está basicamente na forma de como são escritos e atingidos. Veja!

1. Projetos

Tendem a ser mais voltados para esforços. Ou seja, são um conjunto de esforços/entregáveis que não dependem de indicadores para medir o seu sucesso. Logo, quando temos uma série de tarefas a serem cumpridas com uma certa cadência/sequência, temos um projeto. Geralmente, os entregáveis que compõe o projeto começam escritos como “fazer, validar, entregar, realizar etc”.

Exemplo

Projeto: Implementar uma área de Customer Marketing na empresa

Projeto: Implementar uma área de Customer Marketing na empresa

Entregável 1: validar a ideia com a diretoria

Entregável 2: definir os colaboradores que farão parte dessa área,

Entregável 3: implementar cursos para um melhor entendimento sobre a área

Entregável 4: alinhar o time de marketing com o time de Customer Success e/ou Customer Experience

Entregável 5: entender as necessidades dos clientes

Entregável 6: definir um cronograma.

2. Objetivos (objetivos que se desdobram em key results)

Os OKRs (objetivos que se desdobram em key results) dependem de indicadores/KPIs para que seu sucesso seja comprovado. Ou seja, não são construídos no estilo “check list” e sim como uma meta, com valor numérico inicial e final, objetivo e prazo.

Os objetivos são mais inspiradores (“Ser referência em produção de conteúdo voltado para o RH”) e os KRs são voltados para a quantificação do sucesso (“Aumentar em 50% a produção de novos materiais”).

Exemplo:

Objetivo:  Ser referência em produção de conteúdo voltado para o RH

Key result 1: Crescer o tráfego orgânico do site em 50%

Key Result 2: Aumentar em 40% os leads advindos de nosso conteúdo

Key Result 3: Incentivar 4 pessoas do time a escrever um conteúdo por mês.

Quais são os erros mais comuns na construção de OKRs e projetos?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a diferença entre ambos, vamos conhecer alguns dos erros comuns na construção e aplicação de OKRs e projetos:

  • não acompanhar as OKRs e projetos regularmente — é essencial que o responsável pela OKR ou pelo projeto faça o acompanhamento periódico junto à sua equipe;
  • falta de comunicação e alinhamento — conforme dito, OKRs são metas individuais ou de times que convergem para metas globais (o que exige um alinhamento entre áreas);
  • vincular OKRs à bônus — a motivação para atingir metas deve estar vinculada ao desafio e não à premiação.

Neste conteúdo, você pôde entender sobre a diferença existente entre projetos e OKRs. Se você deseja entender como uma plataforma pode contribuir para essa implementação e para o acompanhamento de ambos, converse com nossa equipe e tire suas dúvidas!

Texto escrito em parceria com Bárbara Dressler, Customer Success na Qulture.Rocks