Qulture.Rocks se junta ao UOL EdTech. Saiba mais

Qulture.Rocks na mídia: Startup reforça a importância do reconhecimento nas relações de trabalho

Renan Araújo

indicadores-para-rh

No dia 1º de março é celebrado mundialmente o Dia do Elogio. À primeira vista, a data pode até remeter a contextos familiares e pessoais. Mas, nos últimos anos, vem sendo fortemente trabalhada no meio corporativo em campanhas de incentivo à troca de elogios entre colegas, líderes e liderados. A prática é tão importante para o engajamento no trabalho, que a Qulture.Rocks, startup de tecnologia para recursos humanos e gestão de desempenho, dedica um produto exclusivo para a troca de elogios profissionais. Desde a criação dessa ferramenta, no segundo semestre de 2021, mais de 185 mil elogios foram enviados pela plataforma.

O produto de elogio é um incentivo para que profissionais busquem em suas equipes comportamentos que merecem ser reconhecidos, como, por exemplo, a estruturação de projetos que geraram resultados, a superação de desafios e o comprometimento com o time, clientes e objetivos da empresa.

Giulia Andreotti, head de Customer Success da Qulture.Rocks, reforça que a gestão de indicadores e metas deve andar lado a lado com a troca de elogios. “A Qulture tem um produto para facilitar a gestão de metas e, sabemos que, para que os resultados de uma organização sejam alcançados, é essencial que as equipes saibam onde estão acertando e se sintam valorizadas. Por isso, nosso produto de Elogios é tão importante: profissionais motivados se engajam mais na rotina de trabalho e atingem melhores resultados individuais e para seus times”.

Andreotti relembra que líderes devem ter uma atenção especial a essa prática. “Nosso produto ajuda pessoas em cargos de liderança a compartilhar comportamentos da sua equipe que possam ser publicamente elogiados de acordo com os valores da sua organização”, diz.

Um estudo elaborado pelo Linkedin mostrou que as pessoas não estão mais focadas apenas em obter uma promoção ou um salário maior. Conquistas da rotina também são levadas em consideração, como receber um elogio da gestão, dos clientes ou dos colegas — segundo 38% dos entrevistados.

Banner Ebook Talent Science

Esse mesmo levantamento apontou que, nos Estados Unidos, o reconhecimento contribuiu para que as pessoas tenham uma atitude mais positiva no dia a dia de trabalho (58%), trabalhem melhor (45%) e até mesmo permaneçam por mais tempo na organização (32%).

Manter os colaboradores motivados tem sido uma tarefa cada vez mais difícil. Não à toa, o índice de turnover no país têm aumentado nos últimos anos. De acordo com Pesquisa de Consultoria Robert Half, nos últimos três anos, a rotatividade de funcionários teve um crescimento de 38% nas empresas do mundo e de 82% no Brasil – um número duas vezes maior.

Por isso, empresas como a Box Ideias, Credihome e Emotion Studios aproveitaram o empurrão da pandemia e adaptaram projetos como esse no dia a dia da organização.

A Box Ideias, por exemplo, incorporou a ferramenta de elogio como uma forma de ressaltar a atividade de cada um dentro da empresa, mas o impacto foi muito maior: com as opções de enviar, receber e ler elogios, os funcionários começaram a usar a plataforma de forma espontânea, os acessos aumentaram e as curiosidades sobre as outras funcionalidades começaram a surgir.

Como nem só de retornos positivos é feita a rotina de trabalho em empresas, Giulia pontua que “o reconhecimento caminha ao lado do feedback – que não necessariamente vai ser sempre positivo. O que precisa ser levado em conta é que: quando um feedback é sobre um ponto a ser melhorado, o ideal é que ele seja feito de forma privada. Já no caso de um retorno positivo, é importante que esse reconhecimento seja feito publicamente, pois isso eleva a autoestima da pessoa que o recebe e estimula outros colaboradores a seguirem com boas práticas e comportamentos”, finaliza.

Matéria publicada originalmente na MundoRH