fbpx

Conheça alguns investidores da Qulture.Rocks

Francisco Homem de Mello

paul-graham

Construir uma empresa de nível mundial em poucos anos é uma tarefa dificílima. Para ajudar empreendedores nessa jornada, existem fundos de venture capital especializados em investir em empresas extremamente promissoras e ajudá-las nos seus desafios, como construção de produto, contratações, desafios tecnológicos e de gestão.

Na Qulture.Rocks, escolhemos um time muito especial de investidores para nos apoiar na nossa missão de ajudar organizações a criarem culturas incríveis. Nesse artigo, falamos um pouco de alguns dos fundos que nos apoiam.

Y Combinator

A Y Combinator é um dos maiores fundos de venture capital de early stage do mundo. Nasceu como aceleradora criada por Paul Graham, fundador da primeira empresa de SaaS do mundo, a Viaweb (adquirida pelo Yahoo), e hoje possui um dos portfólios mais invejados do Vale do Silício, como Airbnb, Dropbox, Stripe, Coinbase, Rappi, entre outras empresas incríveis.

Paul Graham, fundador da Y Combinator

“Não há forma amena de se dizer isso: se sua empresa não gerir o desempenho de seus colaboradores de maneira pró-ativa e sistemática usando alguma forma de feedback de desempenho, ela não vai sobreviver. Então faça isso agora.”

– Time de investimentos da Y Combinator

Astella

A Astella investimentos é um fundo brasileiro criado por Edson Rigonatti e Laura Constantini. No seu portfólio estão empresas como Omie e Resultados Digitais, dois dos maiores sucessos do setor de software empresarial do Brasil. A Astella também possui um histórico importante no setor de HR Tech, tendo sido investidora da CiaTech, maior empresa brasileira de educação corporativa que foi vendida para a UOL. Edson ainda é um dos mentores mais ativos da Endeavor e entrevistou nosso fundador, Francisco Mello, há alguns meses, para o podcast da Astella.

Time da Astella Investimentos

“Adler dizia que todos os problemas estão relacionados às nossas relações interpessoais. Mas ele também dizia que nossas relações interpessoais são a única fonte de felicidade e de exponencialidade – a capacidade do ser humano de colaborar para construir coisas muito maiores do que faria como indivíduo. Como um investidor de venture capital que vive buscando e criando a exponencialidade, eu acredito que só conseguem chegar lá as empresas que cultivam uma cultura que minimize os problemas interpessoais e maximize o potencial dessas relações. A Qulture.Rocks permite aos líderes das empresas que mais crescem sistematizar esse tipo de cultura, bem como dar o carinho e o cuidado para que cada talento atinja seu potencial máximo.”

Edson Rigonatti, Astella Investimentos

Canary

A Canary é um fundo brasileiro criado por Florian Hagenbuch e Mate Pencz, fundadores da Printi, e Julio Vasconcellos, fundador do Peixe Urbano e da startup americana Prefer (que tem investimentos de nomes como Benchmark Capital e Social Capital), em conjunto com dois ex-executivos do mercado financeiro: Patrick de Picciotto e Marcos Toledo Leite. A empresa possui uma rede de contatos extraordinária no Vale do Silício e foca seus investimentos nas rodadas de seed capital das startups, antes das rodadas de Series A. Entre seus investimentos mais conhecidos estão empresas como Loft, o seu primeiro unicórnio, além de Docket e Gupy.

Time da Canary

“Feedbacks, OKRs e avaliações de desempenho fazem parte das ferramentas essenciais para a construção de qualquer organização de sucesso, ainda mais nos dias de hoje, em que quem não se preocupa com gente está com os dias contados. E quando conhecemos o time da Qulture.Rocks, tivemos a certeza de que estávamos apoiando um dos times mais apaixonados e inovadores desse espaço do mundo.”

Julio Vasconcellos, sócio da Canary

Redpoint e.ventures

A Redpoint e.ventures é uma firma nascida da união entre dois gigantes do venture capital no Vale do Silício: Redpoint e e.ventures. As duas firmas combinadas gerem alguns bilhões de dólares e possuem empresas icônicas nos seus portfólios, como Netflix, Nubank, Twilio, Zendesk e Gympass. No Brasil, a empresa é liderada por Anderson Thees, Manoel Lemos e Romero Rodrigues, e possui investimentos em grandes empresas de software-as-a-service e enterprise como Resultados Digitais, Gympass e PSafe.

Manoel Lemos, sócio da Redpoint e.ventures

“Cada vez mais vemos a importância de uma cultura forte nas empresas de sucesso. Isto vai desde como as equipes são gerenciadas até como as metas são comunicadas e como a participação dos colaboradores é levada em consideração no dia a dia da empresa. A Qulture.Rocks, seguindo a visão do Kiko – seu fundador, desenvolveu uma plataforma de software e os métodos para ajudar empresas de todos os tamanhos a adotarem as mais modernas técnicas de gestão e a desenvolverem uma cultura vencedora. Acreditando que o futuro é das empresas que se preocupam com suas equipes e sua cultura, e que isto será parte da vida de todas as empresas, resolvemos investir na Qulture.Rocks.

Manoel Lemos, Redpoint e.ventures

FundersClub

A FundersClub é a primeiro gestora de venture capital que recebeu aporte da Y Combinator, e têm investimentos extremamente relevantes em empresas como Flexport, Coinbase e Instacart, alguns dos unicórnios mais bem sucedidos do Vale do Silício. Seus sócios já passaram por diversas empresas relevantes de tecnologia, entre elas Google e Facebook, e possuem um histórico muito bom de investimentos.

Alex Mittal e Boris Silver, sócios da FundersClub

Além de fundos de venture capital, a Qulture.Rocks também conta com alguns investidores-anjo bastante proeminentes do Vale do Silício. São pessoas que investem do seu próprio bolso em startups promissoras por acharem que há grande potencial de ganhos com a trajetória de crescimento da empresa. Alguns dos nossos principais anjos são:

Brad Flora e Pedro Sorrentino

A dupla Brad Flora e Pedro Sorrentino é uma das mais ativas entre empresas do portfólio da Y Combinator. Brad e Pedro juntam forças e se dividem entre investimentos em empresas americanas, tocados por Flora, e em empresas latinoamericanas, tocados por Pedro. Alguns dos investimentos mais notáveis da dupla são Rappi, Zeus e Pipefy.

Pedro Sorrentino, conselheiro do Global Markets Fund

“Investimos na Qulture.Rocks pois é uma companhia muito especial, liderada por um fundador dedicado e apaixonado pelo desafio. A Qulture.Rocks resolve um problema que é cada dia mais  óbvio nos olhos de CEOs de quaisquer organizações: o sucesso dos seus colaboradores, o sentimento de que eles estão no lugar certo. Quando penso nos milhares de colaboradores que usam seus produtos diariamente, fico feliz de saber que estão mais felizes, crescendo e se auto-atualizando.”

Pedro Sorrentino, advisor, Global Markets Fund

John Jersin

John é Vice-Presidente de produtos de talentos da gigante americana Linkedin, para quem vendeu sua empresa, Connectifier, em 2016. Jersin está imerso no epicentro das tecnologias voltadas para a área de recursos humanos, tendo formação por Stanford e uma passagem importante pelo Google.

John Jersin, VP da Linkedin, no CIO Summit da revista Forbes

“Empresas de todos os tamanhos têm cada vez mais percebido a importância enorme que talentos têm no seu sucesso, e essa tendência só tem se intensificado com a importância que a tecnologia e a disrupção vêm ganhando na nossa economia. Eu acredito que a Qulture.Rocks tem entendimento  claro desta tendência e é uma das empresas mais inovadoras do mundo nesse espaço, trazendo muita paixão para esse desafio gigantesco.”

John Jersin, Vice-Presidente de produtos, Linkedin

Louis Beryl

Louis Beryl é fundador e ex-CEO da Earnest, fintech do Vale do Silício focada em fazer empréstimos a estudantes e jovens. Beryl também já foi sócio da Y Combinator, e responsável por todo o treinamento de pitching do fundo, realizado antes das demo days, além de sócio da Andreesen Horowitz, firma por trás de empresas como Instagram, Lyft, Airbnb e BuzzFeed.

Louis Beryl, fundador da Earnest

“Hoje é muito comum ouvir de fundadores e executivos que o ativo mais importante de suas companhias é gente. Mas poucos ainda têm as ferramentas necessárias para de fato investir nesse assunto. Eu investi na Qulture.Rocks pois acredito que o time tem a paixão e experiência necessárias para atacar esse problema e de fato ajudar empresas nessa jornada.”

Louis Beryl