Entenda o que é a liderança coaching e quais são as suas características

Renan Araújo

liderança coaching

Como sabemos, existem diferentes estilos de liderança. Não há aquele considerado certo, vai depender das características da sua equipe, da experiência dos profissionais de seu time, além de considerar o perfil de sua empresa. A liderança Coaching, por exemplo, conecta objetivos e valores pessoais de uma pessoa ou de uma equipe com os valores e objetivos da organização.

Para completar nossa sequência de posts sobre os diferentes estilos, vamos explicar do que se trata a liderança coaching, quais são os seus benefícios, quando é indicado e como desenvolvê-lo. Continue a leitura e saiba mais!

O que é a liderança coaching?

Liderança coaching é aquela pessoa que está preocupada em dar o exemplo. Afinal, há o entendimento de que isso vai refletir diretamente no comportamento das pessoas do time. Além disso, vai avaliar o cenário atual da organização, o estado onde a empresa deseja alcançar e traçar, junto ao time, as principais metas e objetivos para que esses resultados globais sejam alcançados.

Conforme abordado, as estratégias são realizadas sem deixar de lado as perspectivas de cada pessoa e o desenvolvimento de profissionais. Ou seja, consegue aliar as expectativas de crescimento individuais com os objetivos da empresa.

Quais são as características da liderança coaching?

A seguir, selecionamos algumas das principais características da liderança coaching.

Liderar pelo exemplo

Uma delas já mencionamos neste material: a liderança pelo exemplo. Entenda: suponhamos que existem valores e comportamentos que a empresa deseja que sejam replicados entre seu quadro de colaboradores. Se a liderança não for pelo exemplo, dificilmente as pessoas são incentivadas a agirem dessa maneira, o que poderia gerar conflitos entre o que o negócio prega e o que é prático.

Tomada de decisões rápida e efetiva

O líder coach também analisa todo o seu contexto para tomar decisões mais embasadas e rápidas. É preciso levar em conta que uma pessoa que está em um cargo de gestão, ao longo das demandas, precisa decidir sobre os mais diversos tópicos durante boa parte de seu trabalho.

Essas decisões quase sempre vão impactar a rotina de membros do time ou os resultados da empresa e, por isso, devem ser tomadas com cautela.

Autoconhecimento

A liderança coaching consegue aliar as expectativas de crescimento e desenvolvimento do time com os resultados da empresa. Por essa razão, é importante conhecer bem a equipe e entender onde ela deseja chegar, suas expectativas individuais, pontos positivos e habilidades que devem ser aperfeiçoadas.

Banner Ebook Talent Science

Porém, para alcançar esse patamar, é importante desenvolver o autoconhecimento. Somente depois de conhecer bem a si é que vai ter a oportunidade de identificar pontos de melhoria no time, além de identificar treinamentos e capacitações que seriam importantes para os resultados da área de acordo com as necessidades dos profissionais e da empresa.

Oferece e aceita feedbacks

Não existe processo de desenvolvimento sem feedback. Trata-se do processo no qual uma pessoa contribui para que a outra possa se desenvolver de acordo com suas próprias percepções, negativas ou positivas. Gostamos de fazer a analogia dos feedbacks com o mapa de papel e o GPS. Ambos orientam sobre o destino, mas o GPS consegue orientar melhor mudanças de trajetória caso algo não saia dentro do planejado.

É a mesma coisa do feedback: por meio dele, há a oportunidade de alterar planos de ação para alcançar o resultado pretendido, além de ser um estímulo para as pessoas quando alguma ação foi feita com qualidade — o famoso reconhecimento.

Em uma pesquisa realizada pela SHRM/Globoforce em 2015, foi concluído que programas que incentivam a prática contribuem para os resultados da empresa, além de criar um ambiente de trabalho mais humano e com uma forte cultura corporativa, o que reforça a necessidade de as lideranças coachings desenvolverem essa cultura em sua gestão.

Quando usar a liderança coaching?

É importante, ainda, entender quando é mais indicado utilizar a liderança coaching nas empresas. O uso desse estilo é o ideal para quando existe uma pessoa da equipe que precisa de ajuda para desenvolver habilidades de longo prazo. Ou, ainda, sente que está “perdida” em seu papel atual na empresa.

Porém, é importante ter cuidado quanto a essa escolha. Existem os riscos de falhar quando é utilizado com uma pessoa liderada que não está mais tão engajada com a empresa. Se ela não se interessa mais em promover melhorias para as suas funções ou atividades, dificilmente pretenderá se envolver em ações que contribuirão para o seu desenvolvimento naquele cargo. Se isso ocorrer, o mais indicado é adotar uma postura mais autocrática.

Como desenvolver a liderança coaching?

Primeiro, a prática do autoconhecimento, conforme abordamos. Depois, é importante conhecer a fundo quais são as pessoas do seu time. Quando isso ocorre, fica mais fácil de entender quando elas precisam de orientação e que tipo de orientação dar.

Nesse sentido, é importante buscar por ferramentas que podem auxiliar com esse objetivo. O GROW, por exemplo, foi criado e desenvolvido por John Whitmore. Em inglês, significa crescer, e reúne as letras iniciais das quatro metas do método de coaching:

  • Goal — metas;
  • Reality — realidade;
  • Options — opções;
  • What, When e Who —  o quê, quando e quem vai fazer. 

Neste conteúdo, você pôde conhecer um pouco mais sobre a liderança coaching, encerrando nossa série de artigos sobre os estilos de liderança. Nem sempre é fácil saber qual deles deve adotar em determinada situação. Por essa razão, o indicado é não abrir mão de alguns rituais, como one-on-ones, check-ins, feedbacks, além de compartilhar a estratégia da empresa como todo o time, priorizando uma gestão transparente.

Se você gostou deste material e deseja ficar por dentro de outras dicas de liderança e práticas de gestão de desempenho, basta assinar nossa newsletter!