fbpx

Avaliação de desempenho e PDI: qual a relação entre eles?

Renan Araújo

avaliação-de-desempenho

Avaliação de desempenho e PDI: você conhece a relação existente entre esses dois conceitos? Assim que uma avaliação for rodada em sua empresa, existe a necessidade de traçar os próximos passos no que diz respeito ao desenvolvimento do profissional. Isso será possível por meio do Plano de Desenvolvimento Individual, que vai ser acompanhado pelas lideranças ao longo do ciclo.

Neste conteúdo, a gente explica um pouco mais sobre o tema. Continue a leitura e saiba mais!

Avaliação de desempenho

Conforme sabemos, a avaliação de desempenho é uma avaliação estruturada do desempenho individual de um colaborador. Dessa forma, há a possibilidade de trazer melhorias para o desenvolvimento da empresa a partir das melhorias do desempenho dos profissionais.

Normalmente, é composta por uma série de questionários, nos quais vão haver perguntas a serem respondidas por um ou mais avaliadores a respeito de um avaliado. Entre as perguntas a serem respondidas pelos avaliados e feitas pela gestão, destacamos:

  • o que não está indo bem e como impacta de forma negativa o profissional e a empresa;
  • no que o liderado está mandando bem e, da mesma forma, impacta de forma positiva a empresa;
  • quais devem ser as prioridades para os próximos meses.

Além disso, a equipe ainda tem a possibilidade de realizar a auto-avaliação. Por meio dela, o profissional terá mais autoconhecimento e melhor uma reflexão mais ampla sobre a sua rotina. Entre as perguntas feitas, destacamos:

  • quais os principais resultados atingidos nos últimos meses;
  • no que é possível melhorar;
  • em quais pontos o liderado está mandando bem.

Resultados da avaliação de desempenho

Nesse cenário, a última etapa de um processo bem estruturado de avaliação de desempenho é a sua devolutiva. Dessa forma, vai haver uma reunião entre a gestão e o profissional (na qual envolverá de forma eventual algum colaborador da área de RH), onde serão discutidos pontos essenciais para o desenvolvimento da pessoa. São eles:

  • quais foram os resultados da avaliação, quais foram os comportamentos observados e os resultados alcançados;
  • quais serão os insumos para o desenvolvimento do colaborador para o próximo ciclo;
  • quais foram as decisões tomadas no que diz respeito à promoção, remuneração e realocação das pessoas em uma mesma equipe. 

Tem-se observado, portanto, uma tendência na área de recursos humanos. Nela, há duas reuniões distintas. Na primeira, a gestão vai trazer o feedback, com os principais resultados obtidos durante o processo, além de definir os insumos de desenvolvimento. Na segunda, será comunicada as decisões tomadas no ciclo.

Avaliação de desempenho e Plano de Desenvolvimento Individual

Nesse sentido, qual seria a relação existente entre avaliação de desempenho e o Plano de Desenvolvimento Individual? Na avaliação do gestor, são definidas algumas prioridades a serem seguidas nos próximos meses.

Nessa pergunta, tanto líder quanto liderados vão estabelecer as suas prioridades para o próximo ciclo, de modo que haja um alinhamento entre lideranças e colaboradores. Caso a empresa trabalhe com OKRs, por exemplo (ou até mesmo metas tradicionais), essa discussão vai girar em torno de quais devem ser as metas para o próximo ciclo, de forma que se direcione para os objetivos globais da organização.

Se não existir uma prática formal dessa metodologia, é preciso apontar as áreas prioritárias de foco ou de projetos e entregas que devem ser feitas para que a empresa consiga alcançar os seus objetivos e garantir a sua missão.

Além disso, no aspecto comportamental, é preciso focar em uma ou duas áreas nas quais o liderado vai focar seus esforços no que é possível melhorar. É aí que entra o PDI.

Para isso, líderes, liderados e lideradas devem entender:

  • Qual é a área que é preciso se desenvolver?
  • Como ser específico no Plano de Desenvolvimento Individual?
  • Como acompanhar, ao longo do ano, o Plano criado?
  • Como aplicar todo o conhecimento adquirido ao longo desses meses?

Leia mais: 4 dicas para criar um Plano de Desenvolvimento Individual que você vai seguir de verdade!

Duração do ciclo

Antes, as empresas optavam por trazer seus ciclos de gestão de desempenho de acordo com o calendário fiscal. Ou seja, anual. No entanto, essa prática não é muito usual. No ano de 2020, por exemplo, a pandemia da Covid-19 afetou bastante os objetivos das empresas e, consequentemente, dos profissionais. Dessa forma, optar por ciclos mais curtos é o mais indicado para também adaptar o desenvolvimento das pessoas à realidade de mercado e às metas globais da empresa.

Algumas empresas, no entanto, por considerarem processos complexos no estabelecimento de expectativas e avaliação de desempenho, realizam ciclos mais simples. Isto é, focados no desenvolvimento das pessoas e em seu próprio desempenho, mantendo um ciclo anual mais abrangente onde serão tomadas as decisões, fortalecendo a gestão de talentos da empresa.

Ferramenta de gestão de desempenho

No que diz respeito ao Plano de Desenvolvimento Individual em si, por que a sua empresa deve contar com uma ferramenta de gestão de desempenho?

1.  Acompanhamento dos planos criados

Por meio de uma solução como essa, líderes têm a oportunidade de contribuir para que seus profissionais desenvolvam habilidades que desejam aprender, bem como priorizar aquelas que a empresa precisa para o seu crescimento. Na ferramenta, as equipes podem criar PDIs com facilidade, além de estruturá-los utilizando planos de ação.

2. PDIs personalizados

Além disso, lideranças, liderados e lideradas podem construir e monitorar juntos o PDI, construindo documentos personalizados para as necessidades de cada pessoa do time.

3. Acompanhamento de forma fácil e contínua

Conforme mencionamos, o acompanhamento é essencial para que haja o entendimento de que os resultados almejados foram alcançados ou não. Por meio de um software, tanto as lideranças quanto a área de Recursos Humanos podem acompanhar essa evolução a qualquer momento.

4. Cruzar informações relevantes

O foco deste material foi na relação existente entre avaliação de desempenho e PDIs, certo? Por essa razão, a partir de uma ferramenta de gestão de desempenho, as equipes podem consultar como foi a avaliação de desempenho daquela pessoa e entender de forma rápida quais foram os pontos principais da devolutiva. Dessa forma, o acompanhamento é ainda mais preciso, garantindo os bons resultados dessa estratégia.

Neste material, apresentamos a relação existente entre PDI e avaliação de desempenho, além de apresentarmos um pouco mais sobre como uma solução de gestão de desempenho poderá contribuir para o seu negócio. 

Se deseja saber um pouco mais sobre o assunto, entre em contato com a nossa equipe e converse com nossos profissionais!