fbpx

Como liderar times remotos com a Qulture.Rocks

Zé Vitor

Liderar times remotos é um desafio grande, especialmente quando é sua primeira vez. Porém com um pouco de esforço extra e leituras, você consegue tirar de letra. 

Mesmo no tempo das máquinas de escrever, telefones fixos e escritórios fechados, quando esse desafio era quase impossível, já havia gente disposta a enfrentá-lo. 

Basta ver o exemplo da pioneira Stephanie “Steve” Shirley nos anos 1960, que fundou uma das primeiras empresas de tecnologia bilionárias do Reino Unido.

Hoje em dia, no entanto, temos internet, computadores pessoais e uma infinidade de ferramentas que aumentam nossa produtividade e facilitam a comunicação, como a Qulture.Rocks ????

Por isso, don’t panic! Estamos aqui para te ajudar e nesse artigo vamos te mostrar como usar a plataforma para trabalhar remotamente (e, se você ainda não tiver nosso produto de 1:1s, vamos te dar um presente).


Comunicação agora é mais importante que nunca

Se mesmo no escritório, onde você pode conversar facilmente com as pessoas e ler as pistas da comunicação não-verbal, você não consegue ter visibilidade de tudo e nem comunicar tudo, no trabalho remoto (ou home office) esses problemas aumentam. 

Agora, você precisa estar muito mais próximo do seu time. 

Se você não faz 1:1s, é a hora de começar. Se você já faz, é hora de aumentar a frequência. Considere fazer 1:1s semanais para discutir as prioridades de cada pessoa da equipe na segunda-feira e, outra, a cada duas semanas para discutir carreira. 

Se você não sabe como começar a fazê-las, dá uma olhada no nosso Playbook

O produto de 1:1s da Qulture.Rocks foi feito para te ajudar o máximo possível nessa jornada. Ele registra num só lugar todas as conversas que você tem com cada pessoa e tem espaços definidos para anotações, follow-up de tarefas e registro prévio de assuntos. 

Além disso, você tem acesso aos módulos de Pulse e Prioridades, acoplados no produto. Com o Pulse, você sabe o sentimento semanal de cada pessoa do time e com Prioridades, seus focos da semana. 

Ou seja, a plataforma recolhe todas as informações mais importantes e te mostra de forma fácil e rápida. 

Você ainda consegue comentar cada sentimento ou prioridade e, assim, se engajar de maneira ágil e assíncrona numa discussão produtiva com cada um.

A soma dos dois aparece para você na tela inicial de líder, é só bater o olho e você já consegue ter uma visão geral do time, saber no que cada um está trabalhando e quem precisa de atenção especial. 

A prática de 1:1s junto com os módulos do produto te ajudam a ter muito mais informação sobre como está a sua equipe, o que é central para a boa liderança

Ainda, nas conversas de 1:1, você consegue dirigir o foco dos liderados e motivar aqueles que estão passando por fases difíceis, que são as duas principais tarefas da liderança

Sua empresa não é cliente ou ainda não tem esse produto? Sem problemas. 

Queremos ajudar o máximo de empresas possível durante esse período de crise. 

Por isso, vamos dar um teste grátis até o fim de julho de 2020 para times de até 100 pessoas. É só pedir


Reconhecimento e feedback são vitais

Além das 1:1s, no trabalho remoto, feedback e reconhecimento escritos se tornam ainda mais importantes, porque você não tem mais o espaço comum ou o café para isso.  

Sem falar que alguns dias de trabalho desalinhado remotamente podem causar muito mais dano do que no escritório

Por isso, você precisa ser capaz de identificar o que não está indo bem, assim como de reconhecer o que está e de escrever apontando os dois.

Com nossos produtos de Feedback e Elogios, você consegue fazer ambos em poucos minutos. 

Seus feedbacks devem ser privados e frequentes. Sempre que identificar algo que poderia melhorar, você escreve uma mensagem para a pessoa dizendo o que poderia ficar melhor, vincula com os valores da sua empresa e envia. 

Além de enviar, você também deve pedir muitos feedbacks para saber onde se aperfeiçoar e incentivar que seu time faça o mesmo.  Durante essa fase de adaptação, vocês vão cometer erros. É normal. 

Mas vocês precisam estar conscientes deles para corrigi-los, por isso você precisa que sua equipe te aponte o que está funcionando e o que não. Ninguém é perfeito

A partir dos erros, você consegue identificar pontos de melhoria e criar planos de ação para atacá-los. Por isso, receber feedbacks é importantíssimo. Só que para que isso aconteça, você precisa pedí-los. 

A verdade é que se você não pedir feedbacks, dificilmente vai receber, porque as pessoas não vão se sentir à vontade para dar. 

Além disso, você também pode desestimular as pessoas do seu time a pedir, pois, com a sua influência, você acaba “ensinando” que isso não é necessário

Com feedbacks, todos ganham porque todos aprendem. Criar uma cultura de feedbacks é importantíssimo para criar um mindset de aprendizado no seu time. 

Porém, apesar de importante, a gente sabe que isso não é fácil, e é justamente pra te ajudar nesse processo que existimos.

Uma das vantagens da Qulture, é você ter um espaço específico para pedir e para dar feedback, o que diminui bastante a fricção e torna a prática menos dolorosa [1]. 

Entretanto, embora sejam muito importantes, só feedbacks não bastam para corrigir rotas e destacar caminhos corretos. Os elogios também são vitais nesse processo. 

Se com os feedbacks você vai principalmente corrigir rotas, com os elogios você vai destacar bons comportamentos alinhados com os valores da empresa e com os objetivos do time.

Por isso, ao contrário dos feedbacks, eles devem ser públicos. A nossa ferramenta de Mural de Elogios garante justamente isso. Você consegue mostrar pro time que comportamentos são positivos e assim ajuda a que outras pessoas os adotem.

Outra característica dos elogios é que, assim como os feedbacks, eles devem ser constantes. É muito importante que você reconheça frequentemente bons comportamentos, mesmo que pequenos, para levantar a motivação do time.

Outra semelhança com os feedbacks é que agora você não pode simplesmente levantar, pedir a atenção das pessoas e elogiar. 

Assim, a ferramenta adquire ainda mais importância. Ela garante que o elogio possa ser visto por todo mundo, o que o torna muito mais efetivo do que uma mensagem privada ou num canal. 


Conclusão

A gente viu que a Qulture.Rocks pode te ajudar com o trabalho remoto com 1:1s, junto aos módulos acoplados de Pulse e Prioridades, e também com feedbacks e reconhecimento. 

Com 1:1s, você aumenta o alinhamento e a motivação do seu time, tendo ajuda de Pulse e Prioridades para saber o que é mais importante na hora certa e manter proximidade com o dia a dia da equipe. 

Não esqueça que se você não for cliente ou se sua empresa não tiver o produto de 1:1 no seu plano, é só se inscrever aqui que liberamos um teste grátis até o fim de julho para você. 

Já com Feedbacks e Elogios você consegue corrigir rotas, incentivar bons comportamentos e criar uma cultura de aprendizado do seu time. 

É bom lembrar: ao contrário do escritório, não há cafezinho no trabalho remoto. Por isso, você precisa ter uma forma suave de dar insights de melhoria. 

A plataforma é perfeita para isso. 

Use e abuse das nossas ferramentas para facilitar e melhorar a sua liderança. Qualquer dúvida, é só entrar em contato com a gente. 

Vamos desbloquear potenciais juntos? 


Notas 

[1] Ver Alan Colquitt. Next Generation Performance Management. Information Age Publishing, 2017.