fbpx

27 de agosto, Dia do Psicólogo

Renan Araújo

dia-do-psicologo

Dia 27 de agosto é comemorado o Dia do Psicólogo. Para as empresas, especialmente para a área de RH, esse profissional desempenha um importante papel. Nós, da Qulture, temos muitos(as) parceiros(as) com essa formação, inclusive entre os nossos Q-players. Portanto, não podemos deixar passar em branco — pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda um pouco mais sobre a origem da data, além da importância dessa(a) profissional para as áreas de RH.

Continue a leitura e saiba mais!

Dia do psicólogo: qual a origem da data?

A data 27 de agosto celebra uma conquista importante para essas pessoas: em 1962, nesse mesmo dia, houve a regulamentação da profissão, assinada pelo então presidente João Goulart.

Porém, a data só se tornou comemorativa a partir da sanção da Lei 13.407/2016, de 26 de dezembro de 2016 pela presidência da república, que diz:

Art. 1o Fica instituído o Dia Nacional do Psicólogo, a ser comemorado, anualmente, em todo o território nacional, no dia 27 de agosto. 

Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 

Nas empresas, o que é a psicologia organizacional?

Não podemos mencionar o Dia do Psicólogo sem trazer para a realidade das empresas. A psicologia organizacional é um segmento que tem como objetivo estruturar o perfil comportamental das pessoas em uma empresa – e a psicologia é utilizada para trazer ganhos à gestão de pessoas. 

Por meio dela, o negócio traz melhorias para a rotina dos colaboradores, de modo que o RH entenda a individualidade das pessoas e contribua para que cada um se sinta à vontade no dia a dia das demandas.

Entre as áreas de atuação da psicologia organizacional, destacamos:

1. Recrutamento e seleção

Contratar pessoas que tenham fit cultural com a empresa contribui para trazer para dentro da organização profissionais que tenham comportamentos com os quais o negócio considera importantes de serem seguidos na rotina. Dessa forma, as taxas de turnover e absenteísmo reduzem, bem como as demissões precoces (com menos de 6 meses).

2. Treinamentos para profissionais

A psicologia organizacional também identifica as possibilidades de treinamentos que podem ser aplicadas para diferentes times, aumentando a produtividade, a confiança das equipes e promovendo melhorias para o clima organizacional. 

3. Planos de cargo e salários

É essencial que a pessoa responsável pela psicologia organizacional também acompanhe o processo de criação de planos de cargos e salários, uma vez que vai afetar diretamente na percepção que profissionais têm em relação às políticas da empresa.

Quais os benefícios da psicologia organizacional para as empresas?

Entre os diferenciais da psicologia organizacional para as empresas, destacamos:

  • aumento da produtividade — a equipe vai identificar quais são os pontos que impedem que um time seja mais produtivo, atuando diretamente nos tópicos de melhoria;
  • maior engajamento — de acordo com um estudo conduzido pela Gallup, cerca de 15% dos colaboradores do Brasil são ativamente desengajados (ou seja, desestimulam outros colaboradores quanto às suas funções). A área vai, então, promover estratégias que tragam melhorias para o quadro, trazendo reflexos para os resultados da organização;
  • redução de custos — devemos levar em consideração que contratar e demitir profissionais gera custos para o negócio. Treinamento da pessoa contratada, tempo da equipe para acompanhar esse colaborador, além de questões  trabalhistas são apenas alguns dos gastos envolvidos.

Em quais outras áreas a pessoa psicóloga atua na empresa?

A seguir, selecionamos algumas outras áreas que a pessoa psicóloga atua na empresa. Veja!

Melhorias para o clima organizacional

Clima organizacional é a percepção que profissionais têm em relação às políticas, práticas e processos da empresa. Quando a percepção é negativa, consequentemente o clima também é negativo, o que interfere na produtividade, na retenção das pessoas e na imagem do negócio.

Por meio da pesquisa de clima, a equipe pode obter um diagnóstico de 100% da empresa ou de apenas uma amostra do time. A partir dos pontos identificados, planos de ação podem ser elaborados e, em seguida, é possível avaliar se as mudanças:

a) trouxeram melhorias para o clima organizacional da empresa;

b) tiveram reflexos diretos para os resultados da organização.

Promover avaliações de desempenho efetivas

Avaliação de desempenho é o ápice de um processo de gestão de desempenho bem estruturado. Por meio dela, há a possibilidade de identificar se as pessoas atingiram as expectativas pré-estabelecidas e ter a oportunidade de formular um plano de ação para o próximo ciclo, em cima dos pontos identificados.

Essa prática contribui para melhorar o feedback oferecido para profissionais (que são mais embasados), permite a consolidação de equipes mais fortes, além de fortalecer a imagem da empresa perante o mercado, uma vez que vai haver melhorias do desempenho do negócio a partir das melhorias do desempenho da própria equipe.

Realizar um processo seletivo mais eficaz

Conforme mencionamos, ao trazer pessoas para a equipe que tenham fit cultural com o negócio, consequentemente amplia as possibilidades de trazer pessoas que se identifiquem com a empresa. Hoje, a cultura é uma peça fundamental para o sucesso das organizações – que dá sustentação a longo prazo.

Dessa forma, ao oferecer o devido valor ao fit cultural, o profissional vai colocar no time pessoas que reforçam comportamentos que sustentam a estratégia — e aprendem o que for necessário para levar as demandas adiante.

No Dia do Psicólogo, se você conta com um(a) profissional como esse(a) em sua equipe, não deixe de reconhecer. Mande um feedback positivo em relação às atividades desempenhadas na empresa e compartilhe com toda a organização a importância que essa pessoa exerce no seu time. Lembre-se: cuidar de quem cuida do seu time também é importante, pois são profissionais como quaisquer outros! 

O que achou do material? Compartilhe em suas redes sociais!