Qulture.Rocks se junta ao UOL EdTech. Saiba mais

Liderança e motivação: entenda como se relacionam

Cintia Rodrigues

Liderança e motivação – imagem de xadrez

A motivação no trabalho é um tema fortemente discutido nas organizações e é um fator primordial para o desempenho, produtividade e até mesmo a retenção de talentos de uma empresa. E para que as equipes se desenvolvam e alcancem seus objetivos, o papel das lideranças é essencial.

Mas afinal, como motivação e liderança se relacionam? Neste conteúdo, vamos falar um pouco mais sobre o tema para que você fique por dentro. Continue a leitura para aprender mais!

Navegue pelo conteúdo:

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Qual é o papel da liderança na motivação dos funcionários?

Segundo um estudo feito pela McKinsey, a nota média de motivação do profissional brasileiro é de 45 em uma escala que vai de zero a cem, sendo que a média mundial é de 55 — a conclusão dada pela pesquisas é de que os programas de engajamento estão falhando na tarefa de energizar e motivar as equipes.

A falta de engajamento das equipes pode estar diretamente relacionada ao papel da liderança, que conquista a confiança do time e gera motivação, incentivo e inspiração nos funcionários. Por isso, contar com ações que visam reconhecer e apoiar as pessoas colaboradoras é essencial. Além disso, as lideranças têm uma forte influência no fomento à cultura organizacional e nos direcionamentos da empresa, o que faz com que a equipe tenha maior engajamento e, consequentemente, maior motivação.

Como as lideranças podem motivar a equipe?

Agora que você pôde entender um pouco mais sobre como a liderança e motivação de funcionários se relacionam, vamos dar algumas dicas para melhorar a motivação da sua equipe. Acompanhe!

Avalie o clima organizacional da empresa

O primeiro passo para aumentar a motivação de sua equipe é entender qual é a percepção das pessoas colaboradoras sobre os processos, políticas e práticas da empresa e levar em consideração diversos aspectos da experiência de uma pessoa colaboradora, como:

  • remuneração e benefícios;
  • oportunidades de crescimento profissional;
  • justiça em relação a méritos e promoções;
  • equipamentos de trabalho oferecidos;
  • trabalho em times
  • liderança direta, dentre outros.

Para entender essas percepções de uma equipe é importante utilizar ferramentas como a Pesquisa de Clima e Engajamento, que ajuda a traçar estratégias adequadas para melhorar o engajamento da sua equipe.

Invista no desenvolvimento da equipe

Um dos pontos de destaque da pesquisa mencionada é a ausência de oportunidades na carreira como fonte de motivação das pessoas colaboradoras. Ou seja, uma vez que um colaborador ou colaboradora não têm uma perspectiva de desenvolvimento profissional, sua motivação e sua produtividade diminuem.

Para atacar esse problema, é essencial investir em ferramentas que auxiliem no acompanhamento do desenvolvimento de competências de um profissional. Uma delas é o Plano de Desenvolvimento Individual – ou PDI –, que permite que as lideranças acompanhem de perto quais são os objetivos e metas a serem alcançadas dentro da empresa e também na vida pessoal — e quais são os passos para alcançá-los.

Banner Ebook Talent Science

Forneça feedbacks constantes

O feedback é o processo no qual uma pessoa contribui para que a outra possa se desenvolver a partir das suas percepções, positivas ou negativas.Seus benefícios vão desde a diminuição do turnover até o aumento da performance da equipe. 

Pode-se dizer que ele é uma das formas mais eficazes de aproximar e alinhar expectativas entre lideranças e liderados e ajudar o colaborador ou colaboradora a entender com precisão quais são seus pontos de melhoria e também seus pontos fortes. Além disso, o feedback faz com que a pessoa colaboradora tenha um objetivo a ser atingido ou melhorado, o que influencia diretamente na sua motivação e engajamento.

Feedbacks positivos, elogios e reconhecimento também são ferramentas eficazes para aumentar a motivação de uma equipe, pois além de aumentar o engajamento em até 2,4 vezes, também contribuem para a felicidade e bem-estar no trabalho. Nesse sentido, uma boa prática é investir em políticas de reconhecimento para a sua equipe.

Vale destacar a importância da constância dos feedbacks na rotina e como ela pode acelerar o desenvolvimento das competências e habilidades.

Dê autonomia para sua equipe

Dar autonomia no trabalho de uma pessoa colaboradora é fazer com que ela se sinta protagonista da sua trajetória profissional e possibilita que cada pessoa esteja no comando de suas responsabilidades, experiências, ações e decisões.

Em contrapartida, o microgerenciamento e as regras rígidas por parte das lideranças geram desmotivação nas equipes. Um estudo realizado pela Universidade de Rutgers e pelo National Bureau of Economic Research, nos Estados Unidos, apontou que colaboradores passam a ter atitudes ruins quando estão em um ambiente de trabalho de alta fiscalização, enquanto os colaboradores com lideranças mais flexíveis demonstram ter mais identificação com o negócio e também melhores resultados de performance.

Separamos algumas práticas para você oferecer mais autonomia para sua equipe:

  • Implementação de OKRs com metas coletivas e individuais;
  • Capacitação e treinamentos periódicos de profissionais;
  • Investimento em comunicação assíncrona;
  • dentre outros.

Implemente uma ferramenta de gestão de desempenho

Por fim, vale destacar a importância de um software de gestão de desempenho para um melhor acompanhamento mais estratégico do desenvolvimento dos profissionais, que permite que as lideranças desenvolvam aspectos como:

  • avaliação de desempenho;
  • gestão de metas e OKRs;
  • feedbacks instantâneos
  • 1:1s;
  • Plano de Desenvolvimento Individual (ou PDI);
  • Pesquisa de Clima Organizacional etc.

Neste conteúdo, você pôde aprofundar seus conhecimentos sobre liderança e motivação, a importância da liderança na motivação de uma equipe e as melhores práticas que um líder deve adotar para motivar seus liderados. Agora que você entende a relação entre liderança e motivação no trabalho e as ferramentas necessárias para isso, o próximo passo é implementar as práticas necessárias para o crescimento da sua equipe.

Você gostou do nosso conteúdo e quer receber outros assuntos sobre gestão de pessoas? Então assine nossa newsletter e receba em sua caixa de entrada as principais novidades do mercado!