Entenda o que é o censo de diversidade e qual é a sua importância

Renan Araújo

censo de diversidade

Sabemos sobre a importância de investir em diversidade nas empresas. Porém, para que o negócio seja mais diverso e inclusivo, o primeiro passo é entender o seu atual cenário. Qual o percentual de mulheres em cargos de liderança na sua organização? Quantas pessoas pretas há na empresa? Quantos são LGBTs? O principal meio de conhecer esses números é realizando o censo de diversidade. Afinal, a autoafirmação de seus colaboradores e colaboradoras é o que deve valer.

Pensando nisso, elaboramos este material para que você possa conferir alguns dados que comprovam a importância de investir em diversidade nas organizações, explicamos o que é o censo de diversidade, além de destacar dicas para realizá-lo. Continue a leitura e saiba mais!

Importância da diversidade nas empresas

Investir em diversidade é essencial para dar voz e oportunidades às pessoas historicamente marginalizadas, além de garantir que elas sejam incluídas na realidade de seu negócio. De acordo com a pesquisa “A Diversidade e Inclusão nas Organizações no Brasil”, elaborada pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial, a recorrência de posturas preconceituosas nas empresas contribuem para que as pessoas considerem que não existe diversidade étnico-racial.

No estudo, 40% das pessoas relataram já ter presenciado discriminação devido à identidade ou expressão de gênero, 35% por causa da idade e 30% por cor ou etnia. Porém, nem tudo está perdido, de acordo com o mesmo levantamento. Nele, foi constatado que 63% das 124 grandes empresas consultadas já investem em programas de diversidade e inclusão, enquanto 57% dos profissionais afirmaram que essas iniciativas vêm sendo aplicadas nos últimos anos.

E por que isso é tão importante? Segundo a pesquisa Diversity Matters, elaborada pela consultoria McKinsey, equipes executivas que têm diversidade de gênero contam com 14% mais chances de superar a performance dos concorrentes. Além disso, há 93% mais chances de ter um desempenho superior ao do mercado.

Censo de diversidade: o que é

Por essa razão, entender o cenário de seu negócio é o ponto de partida para se tornar uma empresa mais diversa e inclusiva. Sempre destacamos sobre a importância do RH se destacar em números, não em achismos. Por meio do censo de diversidade, há a possibilidade de fazer um levantamento de dados na empresa, com elementos importantes para elaborar planos de ação de acordo com os insights obtidos.

Exemplo: se as pessoas que se autodeclaram pretas e pardas forem menos de 10% em sua organização, é um sinal preocupante que demonstra que a sua empresa é majoritariamente branca. A Magazine Luiza, por exemplo, para evitar um cenário como esse, realizou processos seletivos exclusivos para pessoas pretas, com o objetivo de tornar o seu quadro de profissionais mais aberto a essas pessoas historicamente marginalizadas.

Por meio dele, há a possibilidade de responder às seguintes perguntas:

  • o número de mulheres é alto nos cargos de gestão?;
  • Em quais cargos são concentradas pessoas pretas?;
  • Há oportunidades para LGBTs no negócio?;
  • Há pessoas com deficiência no quadro de profissionais?;
  • Quantas mulheres compõem a diretoria ou o Conselho Administrativo da empresa?.

Censo de diversidade: como elaborar

A seguir, selecionamos algumas dicas para que o seu negócio possa elaborar um censo de diversidade na empresa. Confira!

Contemplar todas as pessoas da empresa

Por ser um censo, é preciso ter o entendimento de que há necessidade de contemplar 100% das pessoas na empresa. Por essa razão, elabore uma planilha que compreenda todos os pilares de diversidade: gênero, religião, raça e etnia, LGBTs, pessoas com deficiência, entre outros.

Banner Ebook Talent Science

Além disso, é importante que considere dados pessoais, familiares e funcionais das pessoas, bem como aspectos sociais e ambientais.

Divisão dos blocos e questões

Com o objetivo de as pessoas aderirem às respostas do censo e a empresa ter o claro entendimento de como está o seu contexto, é importante dividir em blocos e questões. Entre eles, trazer dados pessoais e familiares, qual é a escolaridade, os dados funcionais — que dizem respeito à própria empresa —, bem como a qualidade de vida.

Duração

Não há uma duração pré-estabelecida e considerada correta. O ideal é que haja uma definição que permita às pessoas se organizarem para respondê-lo.

Divulgação interna

Por essa razão, para ter uma boa adesão à pesquisa, é importante contar com uma divulgação interna eficaz. Utilize os principais canais de comunicação da empresa, explique o que é o censo, qual é a sua importância e como ele contribuirá para que a organização possa aprimorar processos e se tornar um lugar mais diverso e inclusivo.

Caso haja reuniões gerais, solicite ao CEO para reforçar sobre essa necessidade, uma vez que essa figura tende a influenciar o restante do time nas atividades e estratégias.

Análise

Com grande parte das respostas obtidas pela empresa, chegou o momento de fazer uma análise das respostas coletadas. Elabore também um relatório com gráficos, insights e demais informações relevantes.

Próximos passos

O censo, por si só, trará apenas um diagnóstico do atual cenário de sua empresa. Por essa razão, é importante que a organização elabore um plano de ação para atacar as questões mais críticas. Voltando ao exemplo acima: se o quadro de profissionais pretos e pardos estiver abaixo de 10%, é preciso elaborar ações que consigam atrair e reter talentos com essas vivências e narrativas.

Abrir processos exclusivos, estimular a indicação de pessoas de diferentes grupos e promover debates internos são algumas das práticas que podem ser implementadas na organização.

Divulgação do plano de ação

Assim como o censo deve ser divulgado, apresentar o plano de ação elaborado também contribuirá para que essa estratégia seja mais efetiva. Dessa forma, as pessoas podem ver na prática como elas possibilitaram estratégias concretas na realidade do empreendimento.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é o censo de diversidade, quais são os diferenciais de investir em um, além de dicas para elaborá-lo. Para que tudo saia de acordo com o esperado, é importante contar com um bom planejamento, além de entender o que deu certo e o que deu errado no processo para implementar constantes melhorias.

Se você gostou deste texto e deseja entender um pouco mais sobre a diferença entre diversidade e inclusão, continue no blog e acompanhe outros conteúdos que produzimos.