fbpx

Entenda o que é team building e quais práticas adotar em um contexto remoto

Renan Araújo

team-building

Você sabe o que é team building e qual é a importância para a empresa? De acordo com um estudo desenvolvido pela Gallup, apenas 27% dos colaboradores e colaboradoras são ativamente engajados no Brasil, enquanto 15% são ativamente desengajados — ou seja, contribuem para que outras pessoas também fiquem desmotivadas e desinteressadas por suas funções.

Certamente, já passamos por algum momento em que não estávamos produtivos ou interessados nas demandas propostas. É papel da empresa identificar e propor ações para solucionar o problema — e o team building é uma delas.

Porém, um dos grandes desafios, hoje, é o de promovê-lo em períodos de trabalho remoto. Pensando nisso, neste conteúdo explicaremos o que é essa estratégia, qual é a importância de adotá-la, além de conferir dicas de como implementá-la. Continue a leitura e saiba mais!

O que é team building?

Sabemos sobre a importância dos treinamentos para o desenvolvimento e crescimento do time. Por meio deles, o colaborador tende a ficar motivado para fazer as suas entregas, além de ser um fator determinante para a redução das taxas de turnover e de absenteísmo.

O team building é uma espécie de treinamento. Porém, o foco não será na capacitação técnica de profissionais, mas sim em promover ações que estimulem o trabalho em equipe, a comunicação, bem como buscar por alternativas que agreguem valor para a cultura organizacional.

Quais os impactos trazidos pelo team building?

A seguir, selecionamos alguns dos principais impactos positivos proporcionados pelo team building. Confira!

Mais motivação para colaboradores

O primeiro deles está relacionado a uma maior motivação de colaboradores e colaboradoras. Conforme explicamos, o engajamento no Brasil precisa de um empurrãozinho, uma vez que as taxas estão aquém do que seria ideal. Ao promover práticas de team building, é uma forma de demonstrar que o trabalho de todas as pessoas impactam nos resultados, o que contribui para uma maior satisfação e valorização.

Reconhecimento

Por falar em valorização, não podemos deixar de lado o reconhecimento necessário para as pessoas de uma equipe. Em uma pesquisa de engajamento realizada pela Psychometrics, há um aumento de 60% de motivação de profissionais quando há a presença de lideranças com uma cultura forte de reconhecimento. Porém, apenas 14% das empresas oferecem alternativas que promovam esse diferencial.

Por meio do team building, as pessoas da organização entendem que são os principais recursos para o sucesso da empresa, o que contribui diretamente para que elas estejam satisfeitas com o ambiente de trabalho.

Melhoria do clima organizacional

Clima organizacional é a percepção de profissionais da empresa em relação às políticas, práticas e processos do negócio. Se essa percepção for positiva, consequentemente o clima é positivo. Nesse sentido, a imagem da organização tem mais credibilidade no mercado, há uma maior atração e retenção de talentos, bem como traz impactos para os custos da empresa — lembre-se: contratar e desligar pessoas gera custos.

Diminuir atritos

Conforme explicamos, uma das principais propostas do team building é garantir um melhor trabalho em equipe. Isso reflete diretamente nos relacionamentos interpessoais, o que impacta positivamente na redução de atritos.

Como promover team building em períodos de home office? Confira 4 dicas!

Originalmente, as práticas de team building eram, principalmente, fora da empresa, em um momento ao ar livre no qual as pessoas poderiam realizar esportes, conhecer outros membros da empresa etc. Porém, em tempos de trabalho remoto e home office, dificilmente essa prática seria possível — além de ainda estamos vivenciando uma pandemia global.

A seguir, selecionamos algumas dicas de como promover team building em períodos de home office. Confira!

1. Vista da janela

Um dos grandes diferenciais do home office é a oportunidade de contratar pessoas independentemente da localização. Nesse sentido, ao mesmo tempo em que uma pessoa está em São Paulo, a outra pode estar em Minas — ou até mesmo no sul do Rio Grande do Sul, como acontece aqui na Qulture.

Dessa forma, uma dinâmica simples de ser executada é permitir ao time descobrir de onde é aquela vista da janela. Para isso, basta as pessoas enviarem fotos para um colega em específico que disponibilizará as imagens na ferramenta que estiver utilizando.

Além de possibilitar ao time “brincar de turista”, oferece também a oportunidade de conhecer um pouquinho mais sobre o espaço de trabalho de outro profissional. 

2. Duas verdades  e uma mentira

Essa prática de team building já era muito executada mesmo durante os trabalhos presenciais. Porém, ela pode ser adaptada para contextos remotos, uma vez que não altera a proposta da brincadeira. Para isso, basta que as pessoas escrevam duas verdades e uma mentira sobre a sua vida. Depois, ela lê em voz alta, e proporciona ao time a oportunidade de identificar qual delas é a falsa.

Sendo assim, a equipe pode conhecer melhor as pessoas com as quais convive, além de ser uma atividade que permite colocar algumas alternativas inusitadas sobre as nossas vidas.

3. Almoço e lanche + talk

Por que não tirar uma dia em um período específico para que todos lanchem ou almocem juntos? Na Qulture, a gente promove de forma contínua o que chamamos de almotalk. Trata-se de uma conversa de uma hora, na qual uma pessoa convidada aborda sobre um tema que tem familiaridade.

Além disso, é uma oportunidade para gerar conhecimentos, uma vez que equipes diferentes podem trazer insights para outros times, de acordo com as suas experiências.

Aqui, não há limites para os temas: pode ser algo relacionado ao trabalho ou também algum livro que a pessoa tenha lido e retirado aprendizados, bem como  temáticas sazonais — no mês do orgulho LGBT, por exemplo, uma pessoa com essas narrativas pode trazer como foram as suas experiências no mercado de trabalho —, entre outros tópicos. Basta usar a criatividade e estimular os colaboradores que participem do evento.

4. Resumo do currículo em 30 segundos

Especialmente quando há uma pessoa no time, essa prática de team building contribui para que a equipe conheça as experiências de outro membro. E quando colocamos um “limite de tempo”, as coisas tendem a ficar mais desafiadoras para que todos consigam cumprir com a proposta.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é team building, quais são as vantagens de adotá-lo na empresa, além de conferir quais são as práticas mais indicadas para esse contexto de home office. Conforme vimos, estimular o trabalho em equipe e os relacionamentos interpessoais é um dos grandes diferenciais para os times, em especial nesse período mais desafiador. Assim, aumenta o engajamento, estimula a inovação e ainda contribui para melhorias de indicadores de RH.

Se você gostou deste assunto e deseja entender como melhorar a gestão de equipes remotas, continue no blog e acompanhe nosso outro material!