fbpx

Por que os millennials valorizam uma cultura de feedbacks?

Renan Araújo

cultura-de-feedback

Recentemente, as redes sociais foram inundadas com um “conflito de gerações”. Aqueles nascidos depois dos anos 2000 denominavam algumas práticas que eles consideravam ultrapassadas como “cringes”, especialmente quando envolviam os Millennials. Quanto a esses últimos, tratam-se das pessoas nascidas entre os anos de 1980 e 2000, que hoje dominam a presença nas empresas. E o que eles não consideram nada “cringe” é estarem em uma organização que valorize a cultura de feedback.

Neste material, a gente explica os motivos, além de trazer práticas que podem contribuir para implementar essa cultura no negócio. Continue a leitura e saiba mais!

Por que implementar uma cultura de feedback nas empresas?

Feedback é o processo no qual uma pessoa contribui para que a outra possa se desenvolver a partir de suas próprias percepções. Implementar uma cultura como essa na organização pode trazer muitos diferenciais para a equipe, o que comprova uma pesquisa feita pela Hubspot. De acordo com o levantamento, 39% das pessoas entrevistadas disseram não se sentir reconhecidas no trabalho, enquanto 69% delas afirmaram que trabalhariam mais e melhor se os seus esforços fossem reconhecidos pelas lideranças.

Além disso, segundo o mesmo estudo, as chances de engajamento aumentam em 30 vezes quando os profissionais sentem que suas lideranças prestam mais atenção em suas atividades. 65% das pessoas ainda afirmaram que desejam receber mais feedbacks. Porém, 58% das lideranças que concederam suas respostas afirmaram que fornecem o suficiente (tendo aqui uma incongruência).

Na pesquisa ainda foi constatado que 43% das pessoas mais engajadas recebem feedback pelo menos uma vez por semana. Por fim, foi percebido que organizações com uma cultura de feedback contínua tiveram taxas de turnover reduzidas em 14,9%.

E por que os Millennials precisam de uma cultura de feedback?

Até o ano de 2025, os Millennials vão representar cerca de 75% da força de trabalho. Ou seja, eles dominarão mais do que a metade da presença nas empresas. Por essa razão, entender quais as características das melhores empresas para se trabalhar que eles buscam, além de garantir a sua motivação, devem ser prioridades entre as organizações, uma vez que esse é um caminho sem volta.

Se entendermos algumas de suas características, destacamos especialmente o fato de que eles contam com um espírito empreendedor mais marcante. Essa questão está relacionada ao fato de que os Millennials sonham muito alto e, em sua maioria, aspiram cargos de liderança.

Também destacamos o fato de que eles são mais determinados a alcançarem seus objetivos, uma vez que buscam cada vez mais ferramentas e práticas que contribuem de forma direta para alcançar seus sonhos e objetivos.

Se partirmos da premissa do genuíno interesse no outro de ofertar feedback, bem como na transparência da prática, eles entram como uma ação capaz de direcionar ações e comportamentos em direção aos nossos sonhos, oferecendo inputs de melhorias e reforçando comportamentos positivos. Os Millennials não apenas estão abertos para receber feedbacks, como buscam-os o tempo todo.

Quais os demais valores dos Millennials?

Além da cultura de feedback, os Millennials contam com alguns valores bem definidos. Entre eles, destacamos:

  • ver o ambiente de trabalho como um espaço igualitário, não hierárquico;
  • valorizar horários flexíveis, além de enxergar o home office definitivo como um dos principais diferenciais em um negócio;
  • valorizar o uso da tecnologia;
  • gostar de ser multitarefas em uma equipe, além de estar sempre conectado, o que permite aprender em qualquer lugar;
  • valorizar as atividades pessoais;
  • estar disposto a mudar de posição sempre que houver precisar satisfazer algumas exigências ou necessidades, entre outros.

Como implementar a cultura de feedback na empresa?

Quanto a cultura de feedback, como é possível implementá-la na empresa? Confira algumas sugestões que selecionamos!

Crie um ambiente adequado

Antes de mais nada, é preciso criar um ambiente adequado para que as pessoas se sintam seguras em oferecer feedbacks, especialmente os construtivos. Um liderado ou liderada, por exemplo, só trará as suas percepções em relação às suas lideranças se ele tiver segurança de que o espaço de trabalho possibilita essa troca sem nenhum tipo de represália.

Por essa razão, é importante que a gestão seja um exemplo para implementar a prática, que forneça constantemente um retorno sobre seus liderados e lideradas e, principalmente, reconheça sempre que uma demanda foi executada acima das expectativas.

Faça elogios

Por falar em reconhecimento, é essencial que haja troca de elogios entre o time. Essa é uma forma de associar boas práticas e comportamentos aos valores da organização, além de estimular que outras pessoas do time sigam essas ações consideradas positivas.

Conforme vimos, o reconhecimento é um importante driver de engajamento. Na pesquisa apresentada, a expressiva maioria afirmou que trabalharia mais e melhor se soubesse que teria o seu trabalho notado. Elogios, reconhecimento e feedback positivo não são coisas diferentes, desde que sejam bem estruturados.

Conte com uma plataforma de feedbacks

Especialmente quando se está implementando uma cultura de feedbacks nas empresas, é importante contar com a tecnologia como aliada para esse processo. Mais acima, podemos perceber que os Millennials valorizam bastante o uso dela, assim como a prática de feedbacks. Nesse contexto, nada melhor do que utilizar ambos para trazer melhorias para os resultados do negócio e para a cultura da empresa como um todo.

Por meio de uma ferramenta, há a possibilidade de:

  • dar e receber feedbacks, no momento certo e no fórum certo;
  • reforçar os valores da organização a cada elogio feito;
  • contar com a ajuda de templates prontos, o que facilita a implementação dessa cultura;
  • compartilhar feedbacks e elogios nas redes sociais, em especial o LinkedIn.

Neste conteúdo, você pôde entender como os Millennials valorizam as empresas que apostam em uma cultura de feedbacks. Além disso, podemos conferir alguns dados importantes que comprovam a importância dessa prática na rotina das equipes. Conforme vimos, Millennials aspiram alto e buscam no feedback uma oportunidade de melhoria para alcançar seus sonhos. Dessa forma, ao investir na prática, a sua empresa tem a possibilidade de atrair e reter talentos, sendo esse um importante diferencial competitivo.

Se você gostou deste material e deseja entender um pouco mais sobre a diferença entre feedback, elogio e reconhecimento, basta continuar no blog e conferir outro material que produzimos sobre o tema!