fbpx

Como aumentar a visibilidade da marca empregadora? Entenda!

Renan Araújo

marca empregadora

Aumentar a visibilidade da marca empregadora contribui para a atração e retenção dos principais talentos do mercado, além de garantir melhorias para o clima organizacional. De acordo com um estudo conduzido pela Gallup, apenas 27% dos colaboradores e colaboradoras do Brasil são engajados, enquanto 15% são ativamente desengajados — o que exige da empresa buscar estratégias que tragam melhorias para esse quadro.

Neste material, a gente explica algumas dicas para melhorar a sua marca empregadora e usufruir dos ganhos que isso traz para o negócio. Continue a leitura e saiba mais!

Tenha uma cultura organizacional sólida

O significado de cultura organizacional gera muitos debates entre lideranças. Na Qulture, definimos como a forma com que as pessoas se comportam em uma empresa em função de seus valores (pessoais e coletivos), artefatos, rituais, incentivos, exemplos e histórias.

De acordo com o Panorama de RH do Brasil de 2018, cerca de 77% das empresas respondentes afirmaram que contam com valores e/ou um código de cultura divulgado por escrito em suas organizações, de modo que fixe os principais conceitos para os profissionais.

Para construir uma marca empregadora forte, as pessoas precisam se identificar com esses valores. Qualquer empresa, sabendo ou não, tem a sua cultura. Nesse sentido, o primeiro passo é descobrir qual é a cultura que já existe na organização — a implícita.

Ou seja, o ponto de partida deve ser o de identificar as crenças das empresas pelos líderes —  uma vez que são os membros que influenciam o pensamento e dão sustentação a outros elementos da cultura, como comportamentos, processos e princípios.

Com uma cultura organizacional sólida, a empresa terá a oportunidade até mesmo de reformular o processo seletivo, contratando pessoas que se identificam com esses valores, colocando para dentro profissionais que sustentam a estratégia.

Peça feedbacks aos seus colaboradores

Feedback é o processo no qual uma pessoa contribui para que a outra possa se desenvolver a partir de suas próprias percepções. Para construir uma marca empregadora forte, a empresa pode solicitar um retorno por parte de seus colaboradores para entender quais são os pontos de melhoria e o que a organização manda bem, de modo que potencialize os pontos fortes e traga planos de ação para o que deve ser aperfeiçoado.

Ao estabelecer uma cultura de feedbacks no negócio, consequentemente os profissionais serão estimulados a trazerem suas percepções sobre os mais diversos aspectos de sua experiência, o que contribui para que os processos fluam com mais efetividade.

Gostamos de fazer uma analogia da prática com o mapa de papel e o GPS. Ambos mostram o destino, com a diferença que o GPS faz correções de rota para que esse processo seja facilitado. É assim com os feedbacks: as pessoas terão mais retornos sobre os seus projetos, alterando as estratégias sempre que identificar necessário.

Engaje as lideranças

Lideranças engajadas também engajam seus liderados e lideradas. De acordo com uma pesquisa realizada pela Gallup, as lideranças representam até 70% do engajamento e da produtividade de profissionais. Porém, 82% das pessoas falham ao escolher seus líderes — e segundo o mesmo levantamento, apenas uma pessoa a cada 10 colaboradores tem talento para a liderança.

Por essa razão, é essencial preparar profissionais que ocupam cargos de gestão para garantir a motivação de seus profissionais. Lideranças são uma peça-chave para que a organização possa reter talentos a aumentar a visibilidade da marca empregadora, além de contribuírem diretamente para auxiliarem profissionais a desenvolverem seus PDIs (Plano de Desenvolvimento Individual).

Realize a pesquisa de clima organizacional

Antes de abordarmos sobre a pesquisa, vamos entender sobre o que é o clima organizacional. Trata-se da percepção de colaboradores e colaboradoras em relação às políticas, práticas e processos da empresa. Para entender sobre ela, a pesquisa se torna uma importante aliada com o objetivo de obter esse diagnóstico.

Porém, a ferramenta por si só é apenas uma base para as ações futuras. O próximo passo será implementar ações que tragam melhorias para o clima e, em seguida, entender se essas ações trouxeram resultados efetivos para a empresa como um todo.

Simplificando: uma marca empregadora forte no mercado conta com profissionais motivados e engajados em suas funções. Para isso, o clima organizacional precisa estar positivo. Ao aplicar a pesquisa, a empresa terá o entendimento sobre a percepção de profissionais sobre as suas lideranças, sobre o reconhecimento promovido na organização, além de:

  • política de benefícios;
  • estrutura oferecida para o home office;
  • segurança psicológica;
  • diversidade, entre outros.

Invista na atração de talentos

Hoje, antes de uma pessoa se candidatar para um processo seletivo, ela pesquisa bastante sobre a empresa. Temos à disposição plataformas que servem para que os profissionais deixem seus depoimentos em relação aos mais diversos temas. Se um talento identificar que aquela organização não condiz com os seus propósitos, dificilmente se candidatará ou dará prosseguimento ao processo.

Para isso, alguns passos devem ser efetuados pela equipe de recrutamento e seleção. Entre eles, ressaltamos:

  • estudar e promover quais são os valores essenciais da empresa;
  • criar uma persona para identificar qual é o perfil de profissional ideal;
  • investir em employer branding;
  • elaborar um programa atraente de benefícios;
  • promover uma seleção humanizada.

Invista em um programa de diversidade e inclusão

De acordo com um estudo promovido pela McKinsey, empresas que investem em diversidade têm 152% mais chances de os colaboradores proporem novas ideias e soluções para as atividades diárias, 77% mais chances de utilizar ideias externas para melhorarem os seus produtos, 72% de a empresa promover melhorias consistentes na forma de executar as suas demandas e 64% mais chances de confirmar que é um espaço aberto a aprendizados — pontos essenciais para a marca empregadora de maior destaque no mercado.

Neste material, você pôde entender sobre a importância de investir na marca empregadora para a imagem da empresa, além de conferir dicas de como isso pode ser trabalhado. Além de todos esses pontos tratados, recomendamos ainda investir em uma plataforma de gestão de desempenho que proporciona aos profissionais a oportunidade de ofertar feedbacks instantâneos, de enviar elogios aos seus colegas, além de ser um espaço para realizar a pesquisa de clima e cruzar essas informações com outros dados do negócio.

Se você quer saber mais sobre o tema, entre em contato com a gente, converse com nossos profissionais e tire suas dúvidas!